SQL Saturday 609 – Caxias do Sul/RS

Mais uma vez o interior dando show na realização de eventos para a comunidade de TI. No último sábado, 24 de junho, aconteceu na cidade de Caxias do Sul/RS o SQL Saturday 609. Contando com mais de 400 inscritos, este evento ocorreu nas dependências de Uniftec, tendo sua organização liderada pelo MVP Rodrigo Crespi e sua equipe nota 10. Simplesmente impecável! Nada menos que 18 palestras, divididas em 3 trilhas: BI & Big Data, Database Administration e Database Development.

SQL Saturday 609 Caxias do Sul Marcel Goldhardt e MVP Rafael FelipeTive a oportunidade de palestrar juntamente com o MVP Rafael Felipe, líder da Microsoft Community of Practices da Dell. Apresentamos a palestra Remote Desktop Services no Microsoft Azure. Tentamos mostrar para o público como um DBA pode tirar proveito da virtualização com RDS, desde o processo de desenvolvimento de uma aplicação até a publicação das suas ferramentas de adminitração de banco, em produção.

Existe uma coisa impagável neste tipo de evento: o contato com outros profissionais, o compartilhamento de suas experiências do dia-a-dia, tanto técnicas quanto de carreira. Como por exemplo, conversar por uma hora com o monstro Marcelo Fernandes sobre sua mudança para Berlim, seus desafios pessoais e profissionais enfrentados neste processo. Ou “ganhar” umas dicas de SQL Server do Marcus Vinicius Bittencourt. Este tipo de acontecimento, por si só, já faz a ida ao evento valer a pena.

Meus sinceros agradecimentos ao colega Rafael Felipe e ao Rodrigo Crespi pela oportunidade de palestrar. O voto de confiança de vocês me motiva a estudar e crescer a cada dia. Como eu li em uma parede da Uniftec: It´s a long way to the top if you wanna rock and roll. Valeu! Até a próxima!

SQL Saturday 609 Caxias do Sul Palestrantes
Palestrantes ao final do evento

Global Azure Bootcamp – Porto Alegre

No último sábado (22 de abril), aconteceu o Global Azure Bootcamp. Como o próprio nome já diz, é um evento global – ocorre no mesmo dia em vários lugares do mundo. Em Porto Alegre o evento foi organizado pelo Lucas Chies (MVP Azure), e aconteceu no auditório do prédio 32 da Puc-RS. Foi um dia intenso, com várias palestras interessantes, contando com a presença dos MVP´s Rafael Felipe, Marcus Vinicius Bittencourt e Rodrigo Crespi. Como membro da MSCoP (Microsoft Community of Practices – Dell), tive a oportunidade de palestrar sobre Azure WebApps, juntamente com meu colega Gabriel Molter. Tentamos levar ao público uma idéia de como o serviço funciona (PaaS), deployment slots na prática de DevOps, distribuição multi-região e balanceamento usando Traffic Manager. Infelizmente devido ao tempo limitado, não conseguimos fazer a demo de Scale-Out que havíamos planejado. Pretendo fazer um post dessa feature em breve.

Global Azure Bootcamp Porto Alegre- Turma reunida ao final do evento
Alunos do IENH em peso

Código de Aplicação usada na demo: https://github.com/Molter/AzureBootcamp2017Demo

Exame 70-533

Recentemente fui aprovado no exame 70-533:Implementing Microsoft Azure Infrastructure Solutions. A última prova de certificação Microsoft que havia feito datava de 2009, ainda nos tempos do .Net Framework 2.0. Aproveitei a promoção Azure Single Pack: 1 exame (com re-take se necessário) + 1 simulado oficial por U$ 99,00. Como parte da política de incentivos da empresa onde eu trabalho, no caso de aprovação ainda poderia pedir reembolso. Entretanto, um desafio: ela precisava ser feita dentro de 10 dias, a fim de submeter a despesa ainda dentro do quarter corrente. Já havia “ensaiado” fazer os exames de Azure anteriormente, mas sempre algum outro compromisso ou desculpa fazia eu postergar a idéia – meus estudos sempre paravam pela metade. Desta vez havia decidido que seria diferente. Apesar do prazo extremamente curto para este tipo de preparação, marquei a prova.

No mesmo dia verifiquei todos os requisitos da prova e comecei a procurar material para estudo. Tenho experiência de dois anos na plataforma e achei que seria tranquilo me preparar para o exame (um gigantesco engano). Em novembro de 2016 este exame passou por um refresh, principalmente no que se refere a deployment model: de ASM para ARM. O livro de preparação que eu possuo cobre apenas ASM. A trilha  para a prova 70-533 no Pluralsight, em sua maioria, também foca em ASM, assim como a maioria das dicas de quem já havia feito a prova. Decidi mesmo assim fazer os treinamentos do Pluralsight, e em caso de dúvidas de como o serviço funcionaria no ARM, focar na documentação oficial.

A prova se resume a 6 tópicos. A cada dia de estudos cobri um tópico, deixando os últimos três dias para fazer o simulado oficial do pacote e revisar os pontos que tive mais dificuldade.

Material de Estudo:

Um site com boas refrências é o Build Azure. Recomendo

A prova:

  • 57 questões, com duas horas disponíveis (completei em 1,5). Score mínimo: 700
  • Powershell: muito, mas muito Powershell (certo momento achei que estava na prova errada)
  • ARM: principalmente automação de deployments de Virtual Machines

Alguns fatos:

  • Tenho certeza absoluta que uma questão não havia alternativa correta (referente a path de logs de Queues). Reportei ao final do exame.
  • Questão duplicada: sim, havia. Li várias vezes para me certificar de que não era pegadinha.
  • Set de questões onde não era permitido voltar (as primeiras 8)

Analisando o relatório recebido ao final do exame (Performance by Exam Section), fica claro que meu melhor desempenho foram nas áreas onde tenho mais experiência e vivência do dia-a-dia. Meu pior desempenho, automação com ARM model. Portanto, nada substitui o Hands-On no Azure Portal. E no Powershell, é claro!

Próximo passo: preparação para os exames 70-532 e 70-534. Prentendo fazê-los em maio.

[ ]´s