Google Cloud Onboard – Porto Alegre

Google Cloud Onboard PortoAlegreEstive participando no dia 02 de junho do Google Cloud Onboard, um evento simultâneo em 17 cidades de América Latina. No Brasil, o evento principal aconteceu em São Paulo (Allianz Arena), com transmissão ao-vivo para outras 7 cidades. Aqui em Porto Alegre, a sessão de um dia inteiro aconteceu no Cinemark do Bourbon Ipiranga. Apesar de  meu foco principal ser Microsoft Azure, considerei importante participar e poder comparar as duas plataformas.

Sobre o formato do evento, não achei muito interessante. A proposta de um simples streaming não proporciona interação alguma com os participantes, apesar de achar legal a ideia de reunir o público em uma sala de cinema, distribuindo pipoca, cachorro-quente e refrigerante. O que nos causou estranheza (outros colegas de empresa estavam presentes), foi a interrupção da transmissão durante uma demonstração, pois já era a hora programada para o almoço (a demonstração continuou acontecendo em São Paulo). Tirando o keynote (Renato Carvalho/José Papo) e a palestra final sobre carreira (por Marcelo Leite), todas as outras apresentações foram feitas pela mesma pessoa (Michel Pereira). O apresentador mostrou bastante domínio do conteúdo, mas na minha opinião a organização se equivocou em escalar a mesma pessoa para todas as atividades técnicas, causando um certo cansaço no público (e tenho certeza que o apresentador estava esgotado).

Já sobre os serviços apresentados, praticamente a mesma linha dos ofertados no Azure e AWS. Chamou atenção o fato de a concorrência não ter seu nome falado em momento algum – o máximo foi o “competidor A, competidor B”. Alguns serviços foram apresentados como algo inovador, mas já são ofertas públicas da concorrência há pelo menos dois anos. O .Net teve pouquíssimas referencias (não entendi se foi proposital, ou se a plataforma tem limitações quanto a esta tecnologia).

Uma das coisas que eu achei interessante, é o fato das VM´s na Google Cloud poderem ter sua configuração personalizada, não ficando limitadas a tamanhos pré-definidos como temos no Azure (CPU e memória). Esta característica foi muito salientada, pois tem impacto direto no custo, diminuindo situações de superdimensionamento. Mas o que eu realmente achei sensacional, foram as apresentações de Big Data (terabytes processados em poucos segundos) e Machine Learning (em especial a API de Video Intelligence).

Minha avaliação geral do evento Google Cloud Onboard é média, principalmente pelo fato do formato do evento, não pelo conteúdo em si – realmente é difícil um overview da plataforma em apenas algumas horas.

Vídeo completo do evento

Download das apresentações

 

Deixe um comentário